h1

Por que as pessoas (ainda) preferem o Windows?

julho 6, 2009

Artigo: "Por que as pessoas (ainda) preferem o Windows?"Trata-se de um típico caso de amor e ódio: todo user mediano xinga o Windows pelo menos uma vez por dia, mas não larga dele de forma alguma. Qual seria o segredo da Microsoft para obter usuários tão fiéis? Num ato de pretensão um tanto desmedida, tentaremos esclarecer um pouco os fatos que levam isso a acontecer.

Entendo que, em um “mundo ideal” — isso mesmo, uma Terra do Nunca versão geek — todo usuário escolheria o Linux como “SO do coração”. Seria até lógico: o pinguim é um sistema solidamente fundamentado, é estável, seguro e totalmente merecedor de confiança. Se não bastassem todas estas qualidades, o Linux ainda é gratuito, enquanto a Microsoft escraviza meio mundo com taxas de licenciamento extorsivas.

Por que as pessoas não  adotam o Linux de uma vez? A maioria esmagadora opta pela solução da Microsoft,  um treco reconhecidamente instável e repleto de falhas de segurança (navegue pela Internet com o Windows sem antivírus para ver, é a versão digital de fazer sexo sem proteção).

Quer ler o resto do artigo?  Baixe gratuitamente a edição número 4 da Revista Espírito Livre e confira a íntegra na página 71!

2 comentários

  1. Primeiramente parabéns pela revista: muito interessante e uma bela iniciativa.

    Segundo, alguns comentários sobre o texto em questão:

    1. O autor apresenta apenas um dos fatores que tornaram o Windows o “padrão” do mercado. Existem vários fatores que podem ser vistos nos inúmeros textos já escritos na internet. (Consulte VOL e encontrará vários textos que citam vários outros fatores).

    2. Não há nada de novo no texto, assim como vários outros textos que existem por aí.

    3. Embora as críticas acima, o texto foi muito bem escrito, com linguagem sóbria e objetiva, de fácil compreensão, o que é um mérito importante.

    4. Concordo plenamente quando diz que a Microsoft prefere que usuários utilizem Windows “capeta”, ao invés de Linux.

    5. Discordo que o Windows seja ruim e o Linux seja bom. No meu ver, tanto um quanto o outro podem ser bons ou ruins, depende das circustâncias.

    6. Leve minhas críticas como construtivas. Minha intensão não é denegrir seu artigo, pelo contrário, embora seja singelo e não traga nada de novo, é um dos melhores textos sobre o tema que já li (considerado o nível de aprofundamento).

    Everton
    da Rosa


    • Everton, primeiramente muito obrigado tanto pelas críticas quanto pelos elogios. As criticas são bastante pertinentes, obrigado mesmo!

      Realmente, escrever sobre o tema é “chover no molhado”: é um assunto bastante batido, verdadeiro tema de conversa de butiquim.

      E olhe que eu não me considero um anti-Windows… Eu uso Ubuntu Linux e Windows no PC, e sei que o Windows por si só não é “ruim” assim por definição: se ele fosse tão ruim, ninguém usava (nem eu).



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: