h1

Cientistas temem surgimento de “Crackers Neurológicos” em futuro próximo

julho 14, 2009

Da Wired – Parece ficção científica, mas não é. Segundo Tadayoshi Kohno, professor assistente do departamento de Ciências da Computação da Universidade de Washington, os avanços tecnológicos em dispositivos neurais podem futuramente trazer diversas armadilhas em matéria de segurança.

Tadayoshi Kohno

Prof. Tadayoshi Kohno

O cientista divulgou suas preocupações no artigo Neurosecurity: security and privacy for neural devices (“Neurosegurança: segurança e privacidade em dispositivos neurais”), publicado na edição de 01 de julho da Neurosurgical Focus.

O texto, que também é assinado pelos cientistas Tamara Denning e Yoky Matsuoka, diz que “dispositivos neurais têm sido desenvolvidos de forma extremamente rápida e encerram tremendas promessas para o futuro. Porém, se não começarmos desde já a prestar atenção a questões de segurança, a preocupação é que, em cinco ou dez anos poderemos perceber o erro cometido”.

Kohno diz que as próximas gerações de membros protéticos deverão incluir ferramentas wireless para possibilitar aos médicos o ajuste das funções motoras. O artigo adverte os desenvolvedores destas ferramentas quanto à segurança:  se não houver o devido cuidado com a encriptação das comunicações, possíveis atacantes remotos serão capazes de controlar o membro robótico.

Outra possível aplicação do “cracking neural” seria o controle das emoções. Atualmente, os médicos têm se utilizado de sistemas de estimulação magnética transcraniana para o tratamento de doenças como o mal de Parkinson e a depressão. Hoje esta tecnologia é utilizada apenas em consultórios médicos, mas a tendência é que em alguns anos sejam lançadas versões domésticas destes aparelhos. O risco: crackers poderiam alterar a freqüência do sinal eletromagnético de modo a causar artificialmente em suas “cobaias” diferentes estados de humor.

Ataque Epiléptico – Enquanto as novas tecnologias neurais não chegam, os crackers já aprontam com o que têm em mãos. Em 2008 um grupo de vândalos eletrônicos invadiu o site da Epilepsy Foundation (uma entidade de apoio aos portadores de epilepsia). Os crackers inseriram diversas imagens GIF animadas com imagens de luzes piscantes nas páginas do fórum, o que provocou graves ataques epilépticos em diversos visitantes do site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: