Archive for the ‘Tecnologia’ Category

h1

Apple tenta abafar explosão em iPod de garota inglesa

agosto 3, 2009

iPod Bomba

The Times (UK) – A inglesa Ellie Stanborough (11 anos) tinha um iPod Touch até o mês passado, quando o aparelho quase explodiu nas mãos de Ken, seu pai.

“Houve um chiado, e senti (o iPod) esquentar em minha mão e percebi que ele estava soltando fumaça” — conta Ken Stanborough em entrevista ao Times. Stanborough diz ter atirado o aparelho pela porta. Em cerca de trinta segundos o mesmo teria se transformado em uma pequena granada musical.

No prejuízo, os Stanborough redigiram uma carta para a Apple solicitando o ressarcimento do aparelho, mas se surpreenderam com a resposta: a Apple ofereceu o dinheiro de volta, mas ao recebê-lo a família deveria concordar em manter segredo a respeito do acidente, sob pena de processos legais. Ken Stanborough — que vive de fazer “bicos” — optou por não aceitar a oferta.

Este não é o primeiro caso de iPods que explodem. Nos Estados Unidos a Apple está sendo processada pela família de um rapaz de Ohio que teve queimaduras na perna após a explosão de seu player. A família do jovem teria pedido uma indenização de US$ 225 mil.

h1

Bug abre iPhone para crackers através de SMS

julho 31, 2009

iphoneDo CNET – Os hackers norte-americanos Charlie Miller e Collin Mulliner (especialistas em cibersegurança) divulgaram uma falha de segurança que possibilita aos crackers o acesso remoto a todas as funções de um iPhone através do envio por SMS de uma string de texto.

O anúncio foi feito durante a conferência de segurança “Black Hat”, em Las Vegas. Através deste processo, cibercriminosos poderiam efetuar ligações, visitar websites, ativar a câmera e até mesmo enviar novas mensagens contendo o código viral para todos os contatos do proprietário do celular.

Segundo o Blog do iPhone, “a mensagem que chega aparece apenas como um quadrado, pois a interface do telefone não tem como interpretar o código”. O mesmo site aconselha que os usuários reiniciem imediatamente seus iPhones caso recebam alguma SMS suspeita.

Charlie Miller e Collin Mulliner - cuidado ao receber SMS desses dois...
Charlie Miller e Collin Mulliner: cuidado ao receber SMS desses dois

h1

Havaiano cria em casa seu próprio computador “vestível”

julho 28, 2009

Do UMPC Portal – O havaiano Brian Kuryiama (conhecido na rede como fiveseven808) desenvolveu uma surpreendente solução para a computação móvel. Com o poder de processamento de um ultra-portátil Sony UX380N, o rapaz criou um computador “vestível” com acesso à Internet, Bluetooth e um mini-monitor montado sobre a lente de seus óculos. 

Em entrevista concedida para UMPC Portal, Kuryiama isse que seu “objetivo original era criar o protótipo de um sistema computacional vestível que fosse expansível, barato, compacto e ainda poderoso o suficiente para ser utilizado no dia-a-dia”.

PC Vestível

h1

Kingston lança pendrive de 256 Gb

julho 22, 2009
O preço é salgado: algo entre 900 e 1000 dólares. Com este lançamento, a Kingston coloca em meros sete centímetros uma capacidade de armazenamento que os usuários esperariam encontrar apenas em discos rígidos.
De acordo com o fabricante: “O produto é ideal para usuários de netbooks que desejem extender a limitada capacidade de suas máquinas”. O problema: o DataTraveller 300 custa pelo menos o dobro do valor de um netbook nos Estados Unidos.
O produto conta com o Passport Traveller, um software de proteção de dados por senha que infelizmente está disponível apenas para usuários Windows.
A boa notícia: é extremamente provável que o lançamento do DataTraveller 300 derrube radicalmente o valor atual dos pendrives de 32 e 64 Gb.

Do PC Pro (UK) – O preço é salgado: algo entre 900 e 1000 dólares. Com este lançamento, a Kingston coloca em meros sete centímetros uma capacidade de armazenamento que os usuários esperariam encontrar apenas em discos rígidos.

it_portal_pic_121459De acordo com o fabricante: “O produto é ideal para usuários de netbooks que desejem estender a limitada capacidade de suas máquinas”. O problema: o DataTraveller 300 custa pelo menos o dobro do valor de um netbook nos Estados Unidos.

O produto conta com o Passport Traveller, um software de proteção de dados por senha que infelizmente está disponível apenas para usuários Windows.

A boa notícia: é extremamente provável que o lançamento do DataTraveller 300 derrube radicalmente o valor atual dos pendrives de 32 e 64 Gb.

h1

Microsoft Research trabalha em substituto para o Internet Explorer

julho 10, 2009

De forma a reconquistar o terreno perdido para os browsers Firefox e Google Chrome, a Microsoft anunciou o desenvolvimento do “Gazelle”, um navegador que deve trazer diversas inovações nos quesitos de segurança e terá “características próximas às de um sistema operacional”.

Navegar com uma Gazela? (Imagem: Gizmodo)

Navegar com uma Gazela? (Imagem: Gizmodo)

Segundo paper publicado no site da Microsoft Research, “os browsers se originaram como aplicações nas quais os usuários folheavam sites estáticos, porém sequencialmente. Como a web evoluiu de modo a rodar aplicações dinâmicas compostas por conteúdos de diversos websites, os navegadores se tornaram ambientes operacionais multi-principais com recursos compartilhados”.

Dentro dessa filosofia, o novo browser poderá gerenciar os recursos da Web de forma independente ao sistema operacional, e deverá ser capaz de lidar isoladamente com o que roda em cada uma de suas abas (uma das características principais do Google Chrome).

Não se sabe quando as primeiras versões do Gazelle estarão disponíveis para download, mas muitos usuários brasileiros já esperam que o nome seja mudado.

E você, vai querer “navegar com uma Gazela”?

h1

Terabyte para quê? O negócio agora é Petabyte

julho 9, 2009

Seu sonho de consumo é um HD com 1 Terabyte? Está na hora de rever seus conceitos: a computação doméstica está no limiar da Era do Petabyte. Segundo Bruno Roberti, do Blog de Tecnologia da UOL, “a empresa Colossal Storage prevê um disco rígido de 1 PB ou 1000 TBs no mercado em dois a cinco anos. O custo deve ser cerca de 750 dólares”.

IBM 3380 - Em 1980, 1 Gb pesava 32 Kg

IBM 3380 (1980) - 1 gigabyte e 32 quilos

De acordo com um gráfico divulgado no blog da Mozy (empresa norte-americana especializada em backups), um petabyte equivale a 13.3 anos de transmissões de TV em HDTV. No mesmo estudo, a Mozy também conclui que em “meros” 50 Pb caberiam todos os trabalhos feitos pela humanidade, em todas as línguas, desde o início dos tempos.

Evolução – Há não muitos anos atrás, era lugar-comum armazenar informações em disquetes de 1,44 Mb. Hoje em dia, os floppy disks se tornaram dinossauros modernos, substituídos em sua maioria por  memórias flash – os populares pendrives ou USB keys. Em um hoje ultrapassado pendrive de 1 gigabyte cabe o que seria equivalente a 711 disquetes.

Em maio de 2007 a Hitachi anunciou o primeiro HD com 1 terabyte. Só para manter a metáfora dos disquetinhos velhos de guerra, em um disco com 1 Tb caberia o conteúdo de 728.178 disquetes — se considerarmos que um disquete tem a espessura de aproximadamente 3 milímetros, isso daria uma pilha com mais de dois quilômetros de altura (para os perfeccionistas, impressionantes 2,184534 Km).

Impressionado? Vejamos agora o petabyte. Um peta equivale a 1024 tera, que por sua vez, vale 1.048.576 gigabytes. A pilha de disquetes já ultrapassa a altura da órbita dos satélites: 2.236,96 Km.

Quanto pesa um Petabyte? – A empresa britânica MatrixStore brinca em seu blog com o avanço das tecnologias de armazenamento nos últimos 30 anos. Em duas montagens fotográficas, foi comparado o volume ocupado por um petabyte de discos IBM 3380 (1980) comparado com o espaço ocupado por meros 500 HDs Western Digital Caviar Green (com 2 Tb de capacidade). Veja as imagens abaixo:

1 Peta em 1980

1 Peta em 1980: 250.000 toneladas

1 Peta em 2009

1 Peta em 2009: 365 Kg

h1

Israelenses criam microrrobô capaz de “navegar” na corrente sanguínea

julho 8, 2009
Microrrobô pode ser utilizado para fins terapêuticos

Microrrobô Israelense

Do PC Authority – Cientistas do Instituto Israelense de Tecnologia (Technion) anunciaram o desenvolvimento de um microrrobô capaz de se deslocar através da corrente sanguínea. O robozinho poderá ser utilizado no diagnóstico e possível tratamento de problemas vasculares e câncer.

O aparelho foi projetado para se deslocar através do corpo do paciente através da atração magnética promovida por um dispositivo manejado pelo médico.

Os cientistas do Technion dizem que o robô também poderá ser usado em sistemas urbanos de distribuição de água, de modo a encontrar vazamentos.